10 melhores bares de Buenos Aires

O jornal inglês Guardian publicou uma lista com os 10 melhores bares de Buenos Aires. Confira as indicações:

1 – Ocho7Ocho

O 878 já foi um boteco clandestino durante a Lei Seca. Toque a campainha e será convidado a entrar em um ambiente pouco iluminado, com sofás confortáveis e muitas lembranças de seus dias de marcenaria. Perfeito para um jantar a dois ou uma degustação de um dos bares mais completos da cidade. Julian, o bem-humorado dono da casa e especialista em uísque, tirará suas dúvidas quanto à escolha do coquetel. Um dos bares mais descolados e menos divulgados da cidade. (Thames 878 – Palermo Soho)

2 – Milión

A transformação do Milión, de mansão a bar do século 21, fez deste espaço um símbolo da badalação. Sua arquitetura clássica é compensada pela iluminação suave, obras de arte modernas e projeção de vídeos, o que aproxima o espaço de sua nova clientela. Dada sua popularidade, as mesas sempre estão reservadas. Mas entre o terraço do primeiro andar, o jardim e a escadaria de mármore haverá um lugar livre. (Parana 1048 – Recoleta – milionargentina.com.ar )

3 -  Congo

Um dos melhores bares de Palermo Viejo, foi inaugurado pelos donos do Niceto Club (pág.184) no final de 2004. A despeito do ambiente acolhedor, conferido pela decoração em couro marrom e bege, o elemento verdadeiramente mágico é o jardim de inverno, iluminado com spots estrategicamente posicionados. Tudo isso faz do Congo um dos melhores lugares para se beber ao ar livre. Não há lugar melhor para um Bossa Nova (rum, conhaque, Galliano, maracujá e mel) no verão escaldante de Buenos Aires. À terças, noite de churrasco. (Honduras 5329 – Palermo Hollywood)

4 – Carnal

Às quintas-feiras, antes de ir ao Club 69, em frente , tomar um drinque no Carnal é o que há, especialmente no verão, quando alegres porteños invadem o terraço da cobertura e o bar do térreo. Tem uma dose de ostentação, mas o ambiente é de alegre convívio entre jovens bonitos em busca de romance. O lugar é muito disputado e o controle de entrada tem sido rígido. Faça reserva ou chegue antes das 22h30 – não dá para perder! (Niceto Vega 5511 – Palermo Hollywood – carnalbar.com.ar )

5 – La Cigale

Um enorme balcão, cubículos, luzes coloridas e grandes luminárias – este não é o estilo de um café francês. Porém, este esconderijo de quem bebe até tarde funciona, com uma clientela que vai dos fãs de revistas sobre música a expatriados franceses. As noites de terça-feira têm o Soirée Française – quando o Cardinal e o Pastis passam a custar três pesos e os DJs tocam música eletrônica. Nas madrugadas dos fins-de-semana prevalece o clima de festa. (25 de Mayo 722 – Microcentro)

6 – Bar Seddon

Quando um projeto da prefeitura não deu certo e o Seddón teve que mudar de endereço – o original era, talvez, o mais elegante bar de Buenos Aires –, muitos temiam o pior. Felizmente, os proprietários encontraram uma atraente esquina de San Telmo e conseguiram transferir muito do clima para o novo bar. Durante a semana é tranqüilo, mas nos finais de semana, com bandas ao vivo, o espaço bomba. (Defensa 695 – San Telmo)

7 – Miloca

Em um antigo sobrado de Palermo que pertenceu ao músico Lito Vitale funciona o Miloca Bar y Terrazas, um bar com espaços múltiplos onde a música eletrônica reina.  (Niceto Vega 5189 – Palermo Hollyood – www.miloca.com.ar )

8 – Los Cardones

 Borges 2180 – Palermo Viejo

9 – El Federal

Construído em 1864, faz parte da lista oficial dos bares históricos de Buenos Aires. É também um dos mais conservados – não deixe de conferir as caixas registradoras. Definitivamente um bar muito original; os atendentes trabalham em cima de um piso rebaixado, e o bar fica na altura da coxa. A oferta de cervejas e destilados é padrão. Confira a lista de sanduíches e petiscos. As lâmpadas amarelas que pendem do teto e velhos pôsteres de propaganda evocam lembranças. (Carlos Calvo 599 – San Telmo)

10 – Acabar

Luzes fluorescentes, chapas coloridas de ferro ondulado, comida de cantina e jogos de tabuleiro. Este bar freqüentado por gente de todas as tribos é um delírio circense de proporções de um ferro-velho. O menu incrivelmente extenso e impresso em cartões plastificados, fáceis de compartilhar com os amigos na mesa, acaba sendo uma diversão. Não espere muito dos pratos, pois às vezes são menos apetitosos do que parecem. Agitadíssimo para comer, beber e se divertir. (Honduras 5733 – Palermo Hollywood)

About these ads

~ por Marcelle Farias em fevereiro 22, 2008.

5 Respostas to “10 melhores bares de Buenos Aires”

  1. muito boa lista.
    Fui ao ocho7ocho e é realmente muito em todos quesitos; Congo tem muita getne bonita – ambos exigem chegar cedo. Para o final da noite indico o Kim y Novak, com o melhor drink de gengibre e clima de descolados da Augusta de São Paulo.

  2. gostei muito do estilo,muito legal!!!ainda quero aprender mais sobre uma tipo desse de arquitetura.

  3. ainda quero ir num desses……….

  4. Mamá, seu blog continua um show. Super legais as matérias. Beijo, Sica

  5. Vou ferquentemente a BsAs e como vc amo aquela cidade. Ótimas dicas! Eu e meu marido somos fãs do Carnal. Gente bonita e descolada.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

%d blogueiros gostam disto: